Somos amistosos e curiosos, inteligentes e irreverentes, engraçados e atarefados, brincalhões e trapalhões, optimistas e saudosistas, pensativos e cognitivos, ingénuos e ténuos, divertidos e vividos, sabichões e amigalhões, honestos e lestos, vaidosos e afectuosos, empenhados e assanhados, extravagantes e acutilantes, compreensivos e objectivos, sociáveis e admiráveis, distraídos e agradecidos, orgulhosos e atenciosos, pacatos e sensatos. Mas... o que gostamos mesmo... é do Movimento Novos Rurais!

terça-feira, 31 de maio de 2011

Cultivar hortaliça no topo de um arranha-céus



Produtos frescos à porta de casa é o que todos desejaríamos, para uma alimentação diária minimamente equilibrada. Só que isso é cada vez mais difícil. Apesar de tudo há soluções que agora começam a ganhar adeptos, umas mais radicais e futuristas, como a agricultura vertical, outras mais próximas da nossa realidade, como as hortas urbanas, que ainda subsistem dentro da própria cidade de Lisboa.

Partilhar

Sem comentários:

Enviar um comentário