495 candidatos às hortas urbanas de Lisboa




500 candidatos a aluguer de talhões de hortas urbanas

Cerca de 500 pessoas candidataram-se ao aluguer de mais de 40 talhões de hortas urbanas em dois novos parques hortícolas em Lisboa, anunciou à agência Lusa o vereador do Ambiente Urbano da câmara, José Sá Fernandes.
No início de Outubro, a Câmara de Lisboa abriu um período de candidaturas para a atribuição de 15 talhões no novo Parque Hortícola da Quinta da Granja e de 22 talhões no novo Parque Hortícola do Jardim de Campolide que terminou na quinta-feira.
José Sá Fernandes disse que foram cerca de 500 pessoas que mostraram vontade em alugar estes talhões, que vão desde os 80 aos 150 metros a custar entre 55 e 100 euros anualmente, entre "jovens, idosos, homens e mulheres" que "queriam suprimir uma necessidade: de lazer, de contacto com a natureza, mas também de falta de recursos", com a possibilidade de produzir o próprio alimento.
Além disso, salientou o vereador, com o cultivo destes talhões, a cidade fica com "espaços bem tratados e bonitos".
Sá Fernandes admitiu que "não estava à espera que tanta gente se candidatasse", mas considerou que este número "demonstra que [as hortas] são uma boa aposta" para Lisboa.
De acordo com o responsável do Ambiente Urbano, o plano da câmara previa um novo parque hortícola em Telheiras em Novembro, outro na Ameixoeira para o fim do ano, em Chelas em "Fevereiro/Março" e, por fim, dois parques no Lumiar e nos Olivais "em meados de 2012".
Lusa

Comentários

Mensagens populares