A hora das hortas


Ao fundo da ladeira que constitui uma boa parte da Rua das Hortas existe este oásis a justificar o topónimo. Um lugar aprazível, como devem ser todos os oásis, onde não faltam um tanque de água fresca…com peixes! e zonas de sombra oferecidas, nestes dias quentes de Outubro, por um chorão, um pilriteiro e umas quantas romãzeiras e figueiras a uma dezena de ovelhas residentes. Eis aqui uma pequena amostra do património agrário do Mediterrâneo, que neste caso beneficia da proximidade dos ricos solos de aluvião, onde o rio da Roda se encontra com a ribeira de Brenhas, e da água de nascente proveniente do Castelo. 

São condições excepcionais nestas terras do Sul ameaçadas pela desertificação e que foram sabiamente aproveitadas ao longo dos séculos e até há muito pouco tempo por gerações de hortelões, tornando Moura auto-suficiente na produção de frutas e hortícolas. Porém, a situação alterou-se e estes mesmos produtos chegam agora de fora, alguns de muito longe, para rechearem as prateleiras das grandes superfícies. Sinais do tempo, as últimas horteloas deixaram de vender no Mercado Municipal e restam dois ou três produtores que abastecem o pequeno comércio. 

É um facto que as pequenas hortas periurbanas perderam importância, mas existe a esperança de que melhores dias virão. Precisam sobretudo de uma oportunidade, que, ironia das ironias, pode ser dada pela actual crise, a tal que, mais cedo ou mais tarde, nos vai obrigar a voltar à terra, à agricultura, para produzirmos os nossos próprios alimentos. 

Este é o ponto de partida de um projecto formativo que irá ter lugar nos próximos tempos no cenário que se vê na imagem e que pretende chamar a atenção dos mourenses para um património que é seu e que necessita de ser aproveitado em prol do desenvolvimento local, em benefício da comunidade, conjugando aspectos de natureza social, económica, ambiental e política. 

Nesse sentido, este blogue pretende ser o diário de bordo duma caminhada para a qual queremos convidar todos os que se reconhecem nesta causa da revitalização das hortas, em particular, e do desenvolvimento sustentável e solidário, em geral.

Um abraço a todos os mourenses. Parabéns por este excelente projecto.
Força!
Novos Rurais

Comentários

Mensagens populares