A nova Política Agrícola Comum.





Em 2014, os pequenos agricultores com explorações até três hectares irão receber um pagamento forfetário de 500 a 1000 euros por exploração e por ano, de acordo com proposta de reforma da política agrícola comum (PAC) que foi hoje apresentada pela Comissão Europeia, em Bruxelas.

Uma das grandes vitórias desta nova PAC, de acordo com o comissário para a Agricultura, Dacian Ciolos, é a manutenção, de 2014 a 2020, do orçamento anual do plano: 55 mil milhões de euros.


Os críticos do PAC alertaram, nos últimos meses, que os subsídios pagos aos agricultores deveriam ser reduzidos, mas Ciolos avisou que, devido à volatilidade do mercado, escassez de recursos e alterações climáticas, os actuais subsídios serão mantidos.


“Para mim, uma profunda reforma do PAC não quer dizer um orçamento menor. Quer dizer uma revisão fundamental dos objectivos e instrumentos para os conseguir”, explicou o comissário romeno.
O plano final da PAC será apresentado depois das reuniões para definir não só o orçamento do projecto mas também as principais medidas. A última palavra pertencerá aos Governos e legisladores. “Acho que não haverá uma grande oposição aos principais pontos-chave da reforma. Acho que a grande diferença de posições será na forma como poderemos atingir objectivos específicos num ou noutro Estado-Membro”, concluiu Ciolos.
Há ainda planos para levar os agricultores a cumprirem novos critérios ambientais. As propostas levarão os agricultores a plantar pelo menos três colheitas diferentes, forçando todas as explorações agrícolas a reservar pelo menos 7% para produtos ecologicamente sustentáveis.
“Se continuarmos a separar artificialmente os assuntos da protecção ambiental e da performance económicas não estamos a assegurar a competitividade a longo prazo da agricultura da União Europeia”, concluiu Ciolos.

Comentários

  1. INVESTIMENTO PESSOAL rápido, fácil e fiável:
    Vocês que têm problemas financeiros, vocês que tem necessidade de investimentos não faz mais preocupações. Tinha necessidade de um investimento pessoal para uma empresa familiar. De acordo com as minhas investigações sobre o nítido a fim de obter um empréstimo em linha, caí sobre uma mulher de negócio portuguesa de boa vontade e boa fé a Sra. ANA CASEIRO (anacaseiro434@yahoo.pt) que concedeu-me um investimento (crédito) de 120.000 EUR por transferência bancária sem nenhum problema e sem nenhum protocolo após ter respeitado as suas condições. Continua sempre ajudar as pessoas que têm problemas financeiros e permite-lhes resolver os seus problemas. Faço este testemunho porque é graças à Sra. ANA CASEIRO que pude realizar o meu projeto. Se tiver problemas financeiros e que tem necessidade dos seus serviços contactam lá rapidamente a fim de encontrar solução aos vossos problemas.Pode contactar-o pelo seu email: anacaseiro434@yahoo.pt

    ResponderEliminar

Enviar um comentário