Somos amistosos e curiosos, inteligentes e irreverentes, engraçados e atarefados, brincalhões e trapalhões, optimistas e saudosistas, pensativos e cognitivos, ingénuos e ténuos, divertidos e vividos, sabichões e amigalhões, honestos e lestos, vaidosos e afectuosos, empenhados e assanhados, extravagantes e acutilantes, compreensivos e objectivos, sociáveis e admiráveis, distraídos e agradecidos, orgulhosos e atenciosos, pacatos e sensatos. Mas... o que gostamos mesmo... é do Movimento Novos Rurais!

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Moita prepara estratégia para hortas urbanas



Para fazer face às hortas urbanas que têm surgido no município da Moita – muitas delas sem as adequadas condições de higiene e produção -, a autarquia está a desenvolver um programa municipal de hortas urbanas. O objectivo passa por beneficiar os espaços já existentes e promover uma maior extensão destas hortas.

«A grande aposta será na requalificação», explica o presidente da câmara municipal, João Lobo. Além disso, o plano estratégico vai continuar a acção da autarquia na promoção da agricultura biológica. «Queremos promover melhores produtos, uma maior sensibilização e uma agricultura biológica», confirma o autarca.

Mas este programa municipal não marca o arranque da preocupação da Moita com as hortas urbanas no concelho. Desde 2002, a autarquia promove acções de formação em boas práticas de produção biológica. Os mini-cursos “Mãos à Horta” reuniram, este ano, 25 formandos.
A acção junto da comunidade escolar tem ainda mais tradição. Desde 2009, que a câmara municipal põe em prática o projecto «Agricultura Biológica e Compostagem nas Escolas». 

Através desta acção, a autarquia promove a criação de hortas escolares e de compostagem de resíduos orgânicos, distribuindo os materiais necessários e contribuindo para a formação de docentes e alunos.

Sem comentários:

Enviar um comentário