Projeto ARA foi distinguido pelo Governo


Governo distingue projeto que colocou jovens a estagiar no Alqueva.Executivo quer estimular empreendedorismo e promover financiamento à inovação.


Segundo a EDIA, a distinção «+e+i» é «o reconhecimento da importância» do projeto «para o desenvolvimento regional e para a inversão do processo de desertificação e abandono em áreas rurais de baixa densidade populacional, através da promoção do empreendedorismo».

O programa «+e+i» pretende «estimular o empreendedorismo e promover o financiamento à inovação, contribuindo para a capacidade de crescimento e para o aumento do nível de competitividade do país», explica a EDIA, citada pela Lusa.

Através do projeto «Aldeias Ribeirinhas do Grande Lago Alqueva», 15 jovens licenciados estão a estagiar, desde dezembro e durante nove meses, em quatro aldeias do distrito de Évora - Capelins (Alandroal), Luz (Mourão), Alqueva (Portel) e Campinho (Reguengos de Monsaraz) - e uma do distrito de Beja - Povoa de São Miguel/Estrela (Moura).

Segundo a EDIA, o projeto visa procurar «soluções inovadoras e sustentáveis» para «dinamizar económica, social e culturalmente» as aldeias e «as potencialidades criadas pelo Grande Lago Alqueva».

Para tal, os 15 jovens licenciados em várias áreas estão nas cinco aldeias, onde, através de estágios profissionais, irão desenvolver as suas competências e «envolver-se na vida» das localidades para «perceber» as suas potencialidades e criar negócios e projetos empresariais sustentáveis a longo prazo.


Movimento Novos Rurais 
Pessoas mais livres, plenas e felizes 
https://www.facebook.com/novosrurais.farmingculture

Comentários