As mil virtudes de se ser mandado às urtigas

Em Fornos de Algodres, estuda-se o potencial de uma planta que só tem conotações negativas. Até na Bíblia.

As mil virtudes de se ser mandado às urtigas


É um alimento rico e com propriedades medicinais, pode ser fiada como o linho, transformada em papel ou adubo, usada como afrodisíaco, fonte de calor ou corante de tecidos... A lista de utilidades da urtiga, antigas ou descobertas há pouco, nunca mais acaba. Apesar das muitas conotações negativas, vai colhendo o nome de "mil virtudes" e, em Fornos de Algodres, a confraria está a investigar os diferentes campos em que pode ser usada, agora com a ajuda da Faculdade de Farmácia de Coimbra.

Um é o alimentar, diz o grão-mestre António Paraíso. A confraria desafiou Jorge Possidónio, talhante e produtor de enchidos de Fornos, a fabricar alheiras de urtiga, de sabor característico, com um fim de boca algo picante. O resultado foi tão positivo que está a ser patenteada. "Tem imensa saída, até já fomos contactados por grandes superfícies", diz Possidónio.

Aos 46 anos, António Paraíso, funcionário dos serviços prisionais e de reinserção, rendeu-se à urtiga (ou ortiga, ambas estão corretas). "Faz bem a tudo", resume. O grão--mestre começou a calçar as botas e ir para o campo por causa dos cogumelos. O interesse alargou-se à etnobotânicas, para estudar a presença de plantas na vida das pessoas, e rapidamente a urtiga destacou-se.

Sem medo do mau nome
António Paraíso quer divulgar a planta o mais possível e não se deixa influenciar pelas muitas conotações negativas da urtiga, até na Bíblia. "Pelo contrário, noto que as pessoas ficam curiosas e querem experimentar", diz. É assim que quer convencer os restaurantes da região a incorporar a planta nas ementas, desde a entrada, como uma pasta de urtiga, até à sobremesa (como pasteis de nata de urtiga ou queijo da serra verde.

As crianças já estão convencidas. No ano passado, a escola de Fornos ganhou primeiro prémio no concurso de empreendedorismo jovem da Associação de Desenvolvimento Rural da Serra da Estrela. O projeto foi um pão de urtiga, o Urtipão.


Movimento Novos Rurais 
Pessoas mais livres, plenas e felizes https://www.facebook.com/novosrurais.farmingculture

Comentários

  1. Já comi "miga" feita com "berças" (um nome porque são também conhecidas as urtigas na minha região)e é de comer e chorar por mais...

    ResponderEliminar
  2. INVESTIMENTO PESSOAL rápido, fácil e fiável:
    Vocês que têm problemas financeiros, vocês que tem necessidade de investimentos não faz mais preocupações. Tinha necessidade de um investimento pessoal para uma empresa familiar. De acordo com as minhas investigações sobre o nítido a fim de obter um empréstimo em linha, caí sobre uma mulher de negócio portuguesa de boa vontade e boa fé a Sra. ANA CASEIRO (anacaseiro434@yahoo.pt) que concedeu-me um investimento (crédito) de 120.000 EUR por transferência bancária sem nenhum problema e sem nenhum protocolo após ter respeitado as suas condições. Continua sempre ajudar as pessoas que têm problemas financeiros e permite-lhes resolver os seus problemas. Faço este testemunho porque é graças à Sra. ANA CASEIRO que pude realizar o meu projeto. Se tiver problemas financeiros e que tem necessidade dos seus serviços contactam lá rapidamente a fim de encontrar solução aos vossos problemas.Pode contactar-o pelo seu email: anacaseiro434@yahoo.pt

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares