Somos amistosos e curiosos, inteligentes e irreverentes, engraçados e atarefados, brincalhões e trapalhões, optimistas e saudosistas, pensativos e cognitivos, ingénuos e ténuos, divertidos e vividos, sabichões e amigalhões, honestos e lestos, vaidosos e afectuosos, empenhados e assanhados, extravagantes e acutilantes, compreensivos e objectivos, sociáveis e admiráveis, distraídos e agradecidos, orgulhosos e atenciosos, pacatos e sensatos. Mas... o que gostamos mesmo... é do Movimento Novos Rurais!

terça-feira, 28 de abril de 2015

Casas em Taipa - Construir com a Terra


A terra pode revelar-se uma óptima matéria-prima para a construção de edifícios e a taipa comprova-o.

Esta técnica de construção em terra crua foi, até à década de 1950, a prática mais utilizada em residências, palácios, palacetes e edifícios públicos do Alentejo e Algarve. Mas os novos tempos, juntamente com as novas preocupações ambientais que eles acarretam, prometem fazer ressurgir a taipa na arquitectura.

Aqui não se trata apenas de fazer erguer edifícios a partir da terra, mas com a terra – material ecológico, reutilizável, que não gera resíduos e tem pouca energia incorporada.

Nas últimas décadas, o movimento de recuperação da taipa tornou-se mais intenso e assiste-se a uma consciencialização geral das suas inúmeras vantagens. Por se associar à sustentabilidade, ao conforto e à eficiência energética dos edifícios, a taipa começou a ganhar terreno e a revelar-se mais vantajosa do que a construção em betão e tijolo.

No que diz respeito à construção, a terra caracteriza-se pelos baixos consumos de energia, de emissões de CO2 e níveis de poluição quase nulos.

EcoCasa Portuguesa

Sem comentários:

Enviar um comentário