Somos amistosos e curiosos, inteligentes e irreverentes, engraçados e atarefados, brincalhões e trapalhões, optimistas e saudosistas, pensativos e cognitivos, ingénuos e ténuos, divertidos e vividos, sabichões e amigalhões, honestos e lestos, vaidosos e afectuosos, empenhados e assanhados, extravagantes e acutilantes, compreensivos e objectivos, sociáveis e admiráveis, distraídos e agradecidos, orgulhosos e atenciosos, pacatos e sensatos. Mas... o que gostamos mesmo... é do Movimento Novos Rurais!

terça-feira, 12 de maio de 2015

Alimentos Calmantes Naturais

Trabalhar com prazos apertados e sob pressão constante pode representar um aumento de stress e ter consequências graves ao nível da saúde mental e física.

No entanto, comer de forma saudável e incluindo certos alimentos na sua dieta diária pode ajudar a contrariar os efeitos dos deadlines curtos e da intensa agenda profissional e social.
abcNews  reuniu informação de especialistas para tentar perceber que tipo de dieta pode ajudar a tornar os dias mais calmos. Tome nota dos melhores alimentos e reveja a sua lista de compras anti-stress:
1. Vegetais com folhas verdes: apesar de ser tentador comer umhambúrguer com batatas fritas ou uma pizza em hora apertada de almoço, uma das melhores opções para um almoço com tempo contado são vegetais de cor verde. De acordo com os especialistas, legumes e frutas verdes ajudam a produzir dopamina, um químico que ajuda à sensação de calma. Existe inclusivamente um estudo feito pela Universidade de Otago em 2013 que relaciona os estudantes que comem mais frutas e legumes a um estado de calma, energia e alegria mais frequentes.
2. Peito de frango: os triptófanos, aminoácidos presentes naproteína do peru, ajudam a produzir serotonina, um químico que regula a fome e induz ao sentimento de bem-estar e felicidade. Outros alimentos com triptófanos são, por exemplo, as nozes, as sementes, lentilhas, aveia, feijões e ovos.
3. Papas de aveia: além das características saciantes, as papas de aveia podem ser substitutos perfeitos - saudáveis e calmantes - de bolos, pastéis e outros doces. Os hidratos de carbono presentes na aveia podem, de acordo com estudos do MIT, ajudar o cérebro a produzirseratonina, uma substância associada também aos antidepressivos.
4. Iogurte: as substâncias probióticas presentes nos iogurtes reduzem a atividade cerebral em áreas associadas a emoções como o stress. Estes alimentos contêm ainda cálcio e proteínas que são sempre opções saudáveis para incluir na dieta.
5. Salmão: os ácidos gordos presentes neste peixe têm propriedades anti-inflamatórias que podem condicionar os efeitos das hormonas de stress, acreditam os especialistas consultados. De acordo com um estudo efetuado em estudantes de Medicina norte-americanos, os que tomaram suplementos de Ómega-3 reduziram em 20% a sua ansiedade.
6. Mirtilos: alimentos com antioxidantes e fitonutrientes como os frutos de baga ajudam a lutar a favor das defesas do organismo e aumentar a resposta do corpo ao stress. Estudos relacionados com o consumo de mirtilos indicam que aumentam a força de glóbulos brancos, peças fundamentais na imunidade.
7. Chocolate negro: não estamos a falar de uma tablete inteira de chocolate mas está provado que o consumo moderado de chocolate negro pode ajudar a reduzir os níveis de stress. Os anti-oxidantes presentes no cacau ajudam a nivelar a pressão arterial e a melhorar a circulação sanguínea. Dê sempre preferência ao chocolate com mais de 70% de cacau.
8. Abacate: pode comer fatia atrás de fatia deste fruto para diminuir a ansiedade e sem se preocupar com o facto de poder engordar. Estesuperalimento vai ajudá-lo a sentir-se saciado e satisfeito. Estudos recentes indicam que as pessoas que incluem abacate na refeição do almoço reduzem em 40% o desejo de comerem mais nas três horas seguintes à refeição. 
Por Mariana de Araújo Barbosa

Sem comentários:

Enviar um comentário