Somos amistosos e curiosos, inteligentes e irreverentes, engraçados e atarefados, brincalhões e trapalhões, optimistas e saudosistas, pensativos e cognitivos, ingénuos e ténuos, divertidos e vividos, sabichões e amigalhões, honestos e lestos, vaidosos e afectuosos, empenhados e assanhados, extravagantes e acutilantes, compreensivos e objectivos, sociáveis e admiráveis, distraídos e agradecidos, orgulhosos e atenciosos, pacatos e sensatos. Mas... o que gostamos mesmo... é do Movimento Novos Rurais!

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

O poder das ervas aromáticas



Ajudam a aromatizar os alimentos e a diminuir o consumo do sal, mas os benefícios das ervas são bem maiores e mais vastos. 

São pequenas e poderosas, verdes e amigas da saúde. As ervas aromáticas são mais do que temperos ou substitutos do sal. São aliadas ao bom funcionamento do organismo e autênticos escudos de proteção contra as mais variadas doenças.
Alecrim – A sua ação antisséptica e anti-inflamatória ajuda a reduzir a pressão arterial e a preservar o fígado. De aroma suave e comum em chás, o alecrim ajuda ainda a combater a depressão e a reduzir os sintomas pré-menstruais.
Manjericão – Presente nas mais tradicionais pastas italianas, o manjericão tem um alto poder anti-inflamatório e antioxidante.
Salsa – Esta é uma das ervas aromáticas mais comuns na culinária portuguesa e talvez das mais poderosas também. Além de ajudar na menstruação, diz a publicação, a salsa é também boa para cuidar de problemas urinários e renais. E ainda ajuda a branquear os dentes.
Tomilho – Anti-envelhecimento e aliado no combate a problemas respiratórios.
Hortelã – Seja em refeições salgadas ou doces, a hortelã possui uma ação analgésica, estimulante, aromatizante, antioxidante e ajuda ainda a aliviar problemas digestivos.
Oregão – Esta é a erva que mais e melhor combate as bactérias inimigas do organismo. E ainda uma das mais versáteis para uso culinário.
Camomila – Calmante, antidiarreica, analgésica, antialérgica, anti-inflamatória, sedativa e diurética, diz a Exame.
Erva-príncipe – Esta é uma das mais poderosas a nível antibacteriano e antidepressivo.
Chagas – Reforça o sistema imunológico e possui ainda poderes digestivos e antibacterianos.
Sálvia – Diz a Exame que esta erva é digestiva, diurética, hipoglicémica, antisséptica e antioxidante.

Novos Rurais - Farming Culture Feito com ❤ por 230.000 amantes da natureza.
https://www.facebook.com/novosrurais.farmingculture

Sem comentários:

Enviar um comentário